Tag: Itália

Quais as curiosidades da Milano Fashion Week de 2016?

 

Serão 176 coleções, divididas em:

68 desfiles

94 apresentações realizadas em showroom para os profissionais do setor;

14 novos designers que farão exposição de suas criações no Fashion Hub Market;

Giorgio Armani é o estilista mais experiente no cenário da moda em Milão. A sua primeira coleção foi lançada em 1975 e até hoje continua. nesta estação, Giorgio Armani não fechará a Milano Fashion Week e a casa de moda terá sua apresentação antecipada para o dia 23, no dia do encerramento será a segunda linha da casa, Emporio a realizar a apresentação.

Cada ano Armani seleciona um designer emergente para apoiar: este ano a escolhida foi a marca chinesa Ricostru.

Coleção Outono/Inverno 2016.

O designer preferido é…

Alessandro Michele! Ele conseguiu transformar a Gucci na casa de moda preferida das celebridades e fashionistas de plantão. Basta olhar as fotos de street style e conferir os sapatos, bolsas, ternos e vestidos da marca por todos os lados. O designer mantém o foco na sua estética vintage e glamour, o que garantiu 3 premiações em apenas 1 ano e meio. Poucos dias atrás ele foi aclamado como Designer of the year, em Londres, pela British Gq Men Of The Year Awards.

A maison com o faturamento mais elevado, consequentemente, é a Gucci  e logo depois a Prada, com um resultado de 3,90 e 3,55 bilhões de euros em 2015, respectivamente.

Algumas marcas desfilarão sem diretores criativos, como a Tod’s (depois da separação com Alessandra Facchinetti em maio de 2016) e Salvatore Ferragamo (depois do “addio” de Massimiliano Giornetti março passado).

Várias casas italianas optaram por diretores criativos de outras nacionalidades.

A casa Roberto Cavalli, depois de ser vendida para o fundo Clessidra, elegeu o norueguês Peter Dundas como diretor criativo. As irmâs Fendi anteciparam os tempos e desde 1965 contam com Karl Lagerfeld (Amburgo 1933) no comando criativo. Este ano ele comemorou 50 anos com a casa de moda romana. Um outro aniversário será celebrado durante a fashion week de Milão: 15 anos de parceria entre o alemão Tomas Maier e a Bottega Veneta . Não podemos esquecer da Moschino que conta com o americano Jeremy Scott a ditar o estilo das coleções desde outubro de 2013.

Nada melhor que ter informações e saber das curiosidades do mundo fashion, não acham?!

Três marcas italianas para experimentar já!

Vai para a Itália?

Gosta de maquiagem?

Italia

Se a sua resposta for sim para pelo menos uma das perguntas, comemore! Além de comer MUITO bem, você  poderá experimentar três marcas italianas que são excelentes “investimentos”.

E, quais são as marcas? A Kiko, Madina e Pupa!

A Kiko (http://www.kikocosmetics.it/ ) é uma marca um pouco mais conhecida, é super comentada pelo seu rímel, base 3D  e sombras, mas não trabalha apenas com maquiagem – seus produtos são muito recomendados por amigas italianas.

Já a Madina (http://www.madina.it/ ) tem uma referência de peso… Já ouviram falar na super maquiadora Pat McGrath?

patA foto ajudou?

Bom, sabe qual o iluminador ela normalmente usa nas modelos?  O Stick & Shine da Madina! Obviamente a marca não possui apenas um produto…

A Pupa (http://www.pupa.it/ita/) também é super conhecida pelo seu rímel, mas possui vários produtos de tratamento. É possível encontrar na Sephora da Corso Vittorio Emanuele, em Milão. No site você poderá localizar outros pontos de venda em outras cidades.

Dica Styling4youtoo:

Entre na loja, ou ponto de venda, de cada marca e DIVIRTA-SE!!! Olhe TUDO, experimente o que puder e quiser, escolha os produtos que você gostar e compre! Você não irá se arrepender!!! A qualidade das marcas são excelentes e valerá cada euro!